null: nullpx
ana maria braga-Zappeando

Ana Maria Braga volta à Record e relembra primeiro salário: "Orgulho de ter feito parte"

Liberada pela Globo para entrevista ao "Domingo Espetacular", Ana Maria agradeceu a parceria com a emissora que abriu portas
Publicado 31 Jul 2023 – 09:25 AM EDT | Atualizado 31 Jul 2023 – 09:25 AM EDT
Compartilhar
Default image alt
Ana Maria Braga no "Domingo Espetacular" Crédito: Reprodução/Record TV

Ana Maria Braga retornou para os estúdios da Record TV, em programa exibido no último domingo (30), após 24 anos que encerrou a trajetória na emissora, da qual se orgulha de ter feito parte. Durante entrevista ao "Domingo Espetacular", liberada pela Globo, a apresentadora do "Mais Você" relembrou ainda o seu primeiro salário na emissora. Confira!

Ana Maria Braga volta à Record após 24 anos em programa

A apresentadora foi contratada pela Record em 1992, para comandar o "Note e Anote" (1991-2005), surpreendendo ao revelar que recebia um salário de CR$ 1000, o que valeria apenas R$ 0,36 na cotação atual.

Ana Maria tinha acabado de ser demitida por um editor da Abril e comentou: "Um pé na bunda às vezes te impulsiona para outros cantos. Preciso agradecer a esse diretor. Se eu soubesse onde ele está, mandava um caminhão de rosas".

Quando tudo aconteceu, produtores da emissora de TV estavam em busca de uma mulher para integrar as manhãs da programação. "Que não fosse jovenzinha, eu já não era uma garotinha, mas uma apresentadora que tivesse um conhecimento da profissão", relembrou Ana Maria, que tinha 43 anos.


"Fiz o teste, entrevistei uma moça, e passei. Eles falaram: 'Você tem um espaço de duas horas pela manhã, você pode apresentar'. Fizeram uma conta, acho que dava CR$ 1000 na época. Eu falei que topava. Me deram as câmeras e a oportunidade de falar. Eu fazia desfiles de moda, entrevista com médicos, advogados".

Diante dos poucos equipamentos disponíveis na Record, Ana Maria levava os seus de casa. "Não tinha nada aqui. Trazia prato, garfos... Comecei do 0,0 [traço de audiência], fazendo coisas simples para as mulheres de final de semana, para dar ideias. Coisas que eu gostava de fazer, mas de um jeito mais descontraído na cozinha".

"Foi crescendo, melhorando, audiência subindo, comecei a ganhar dinheiro e a Record também", declarou ainda. Ana Maria começou a fazer tanto sucesso nas telinhas que a Record eventualmente prolongou a duração da programação para seis horas.


Por fim, Ana aproveitou para agradecer a oportunidade que abriu portas em sua carreira. "Quero agradecer à oportunidade que tive aqui nessa casa. E quero publicamente dizer que sempre fui reconhecida no tempo que trabalhei na Record, e mesmo depois que saí. É uma casa que me ensinou muito e deu oportunidades ímpares. A gente fez uma belíssima parceria".

"Quero parabenizar a todos os profissionais da casa, que seguem colocando a programação no ar com toda a qualidade. Me sinto honrada de ter feito parte, mesmo que de uma parcela pequena, da construção desses 70 anos da Record", finalizou ainda, homenageando a emissora.

Notícias da TV

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse