null: nullpx
Séries Netflix-Zappeando

Qual a relação de "Ripley", da Netflix, com o filme "O Talentoso Ripley"?

"O Talentoso Ripley", lançado em 1999, faturou mais de US$ 128 milhões e recebeu cinco indicações ao Oscar
Publicado 11 Abr 2024 – 05:00 PM EDT | Atualizado 11 Abr 2024 – 05:01 PM EDT
Compartilhar
Default image alt
Andrew Scott em "Ripley" (2024) e Matt Damon em "O Talentoso Ripley" (1999) Crédito: Philippe Antonello/NETFLIX | Paramount Pictures

A Netflix lançou "Ripley", nova minissérie de suspense que gira em torno de um dos maiores pilantras da história dos Estados Unidos, gerando curiosidade no público do streaming, que se questionou se a nova produção original teria relação com o filme "O Talentoso Ripley". Entenda a diferença entre os dois!

"Ripley" não é remake do filme "O Talentoso Ripley"

Interpretado por Andrew Scott, Tom Ripley é um trambiqueiro de Nova York nos anos 1960, contratado por um homem rico para ir para a Itália e convencer seu filho a voltar para casa, quando se depara com reviravoltas que nunca imaginou, incluindo até mesmo assassinatos.


A minissérie é baseada nos romances best-seller sobre Tom Ripley, de Patricia Highsmith, com Dakota Fanning no papel de Marge Sherwood e Johnny Flynn interpretando Dickie Greenleaf e, apesar de ser uma adaptação da mesma história contada em 1999, não é um remake do filme clássico.

O showrunner Steven Zaillian originalmente apresentou o programa com a possibilidade de explorar outros quatro romances de Patricia Highsmith, que envolvem Tom Ripley, adotando um tom mais sombrio para a minissérie, que despontou no catálogo da Netflix.


A intenção seria adaptar um livro por temporada, mas a Netflix ainda não definiu o futuro da minissérie na plataforma, que ainda pode passar por renovação ou cancelamento, mas abre espaço para uma produção original diferente do que vimos em "O Talentoso Ripley" (1999).

"Ripley" foi lançada 24 anos após a estreia do filme original nos cinemas, que faturou mais de US$ 128 milhões, recebendo cinco indicações ao Oscar, incluindo as categorias de Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante para Jude Law, que fez Dickie. Matt Damon deu vida ao pilantra, enquanto Gwyneth Paltrow viveu Marge.

Séries da Netflix

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse