null: nullpx
avatar-Zappeando

Live-action de "Avatar", na Netflix, cortou falas machistas de Sokka: elenco deu detalhes

Elenco confirmou que foi necessário adaptar a história de Sokka para tirar falas consideradas ofensivas no live-action
Publicado 30 Jan 2024 – 01:24 PM EST | Atualizado 30 Jan 2024 – 01:24 PM EST
Compartilhar
Default image alt
"Avatar: O Último Mestre do Ar" Crédito: Netflix

"Avatar: O Último Mestre do Ar" passou por uma adaptação para quando chegar à Netflix, no dia 22 de fevereiro, cortando falas machistas do personagem Sokka (Ian Ousley), que aparece bem diferente da animação original. A informação foi confirmada pelo próprio elenco. Saiba detalhes!

"Avatar: O Último Mestre do Ar" passa por mudança para a Netflix

Em entrevista à EW, Ian Ousley e Kiawentiio, que interpreta Katara, revelaram que falas machistas do personagem foram cortadas para não dar força aos comentários considerados ofensivos.

"Eu sinto que tiramos totalmente esse elemento do machismo de Sokka. A animação original tem muitos momentos que são bem bizarros", opinou Kiawentiio. "Totalmente", concordou o intérprete.

"Algumas coisas foram redirecionadas para funcionar melhor [em live-action]. Quando você está fazendo algo realista, há mais peso", acrescentou ainda o ator, defendendo a mudança na postura de Sokka.

A jornada do personagem, durante as temporadas da série inspirada na animação, o levou a reconsiderar suas posições preconceituosas, o que não acontece no live-action, levando a Netflix a adaptá-lo.

A versão da Netflix de "Avatar" acompanha Aang, um jovem Avatar que precisa dominar os quatro elementos (Água, Terra, Fogo e Ar) para restaurar o equilíbrio em um mundo ameaçado pela terrível Nação do Fogo.

Quando lança "Avatar: O Último Mestre do Ar" na Netflix?

"Avatar: O Último Mestre do Ar" estreia em 22 de fevereiro na Netflix.

Últimas de filmes

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse