null: nullpx
Séries-Zappeando

Por que "Bridgerton 2" tem bem menos cenas picantes do que a 1ª temporada?

Os novos episódios de "Bridgerton" se mostraram mais "contidos" em comparação à história de Daphne e Simon — mas os produtores da Netflix têm uma justificativa para isso!
Publicado 4 Abr 2022 – 01:00 PM EDT | Atualizado 4 Abr 2022 – 01:00 PM EDT
Compartilhar
Default image alt
Simone Ashley e Jonathan Bailey são os protagonistas da 2ª temporada de "Bridgerton" Crédito: Liam Daniel/Netflix

Quem já maratonou a 2ª temporada de "Bridgerton" na Netflix com certeza notou uma diferença significativa nos novos episódios: o pequeno número de cenas picantes entre os protagonistas. O novo ano da série se mostrou mais "contido" quando comparado à história de Daphne (Phoebe Dynevor) e Simon (Regé-Jean Page) — mas os produtores têm uma justificativa para tal fato. Entenda abaixo!

Por que a 2ª temporada de "Bridgerton" tem menos cenas picantes?


As cenas quentes que apimentaram a relação de Daphne e Simon foram um dos assuntos mais comentados na 1ª temporada de "Bridgerton". Nos novos episódios, no entanto, os momentos sexuais perderam espaço.

A 2ª temporada da série acompanha a busca de Anthony (Jonathan Bailey) por sua esposa ideal. No decorrer da história, ele se apaixona por Kate (Simone Ashley) — e os dois não assumem a paixão tão facilmente.

Em entrevista à imprensa norte-americana, o showrunner Chris Van Dusen contou que a abordagem sobre a intimidade de Anthony e Kate é diferente da ocorrida na 1ª temporada. Com isso, ele justificou a redução do número de cenas de sexo.

"Nunca se tratou de quantidade para nós. Não tínhamos em mente um número de cenas de sexo que precisávamos ter em cada temporada", afirmou Dunsen, segundo o The Hollywood Reporter. "Essa é uma história diferente, focada em personagens diferentes", continuou.

"Nós usamos essa cenas [picantes] para contar uma história. Não colocamos uma cena de sexo apenas por colocar. Elas servem a um propósito maior."


Para o produtor, a história de Anthony e Kate é tão sensual quanto a de Daphne e o Duque de Hastings. "Acho igualmente sexy, escandalosa e quente. Há algo muito satisfatório nas trocas de olhares deles e nas mãos que mal se tocam", ressaltou.

"A tensão sexual é aparente na tela, especialmente na forma como Jonathan e Simone retratam Anthony e Kate. Eles são absolutamente magnéticos, a química deles é extraordinária", finalizou Dunsen.

Mais sobre séries

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse