null: nullpx
Elas por Elas - Zappeando

Como foi a troca de bebês na versão original de "Elas por Elas": remake mudou tudo

Releitura da novela precisou atualizar a história para fazer mais sentido com a realidade
Publicado 5 Fev 2024 – 01:20 PM EST | Atualizado 5 Fev 2024 – 01:20 PM EST
Compartilhar
Default image alt
Giovanni (Filipe Bragança) descobre que não é filho biológico de Jonas (Mateus Solano) e Helena (Isabel Teixeira) em "Elas por Elas" (2023) Crédito: Globo/Léo Rosario

Assim como na versão original, o remake de “Elas por Elas” também conta com uma história envolvendo trocas de bebês na maternidade. As tramas, no entanto, são bem diferentes, já que a releitura da novela precisou ser atualizada para fazer mais sentido com a realidade. Confira o que mudou:

Troca de bebês na primeira versão de “Elas por Elas”


Na primeira versão da novela “Elas por Elas”, Gil (Lauro Corona) cresce acreditando que é filho de Helena (Aracy Balabanian) e Jayme (Carlos Zara), e só adulto descobre toda a verdade sobre suas origens.

Gil nasceu no mesmo dia em que Miriam (Tássia Camargo), filha de Adriana (Esther Góes) e seu par romântico na trama. Os jovens foram trocados na maternidade por Miguel (Mário Lago), pai de Helena, que queria um herdeiro homem para comandar sua empresa. Ele suborna a enfermeira Eva (Nathalia Timberg), que troca os bebês, sem a ciência das mães.

O personagem de Lauro Corona, portanto, não é filho de Helena, mas sim de Adriana, que é a mãe de Miriam.

Na versão original do folhetim, Miguel então passa a viver um verdadeiro conflito, pois adora Gil e fica aflito ao conhecer sua verdadeira neta, que enfrenta sérios problemas com Helena, sua mãe biológica.

Remake de “Elas por Elas”: como acontece a troca de bebês


Diferentemente do que acontece na versão exibida em 1982, a troca de bebês no remake de “Elas por Elas” não acontece entre Gil e Miriam, que agora se chamam Giovanni e Ísis, e são interpretados, respectivamente, por Filipe Bragança e Rayssa Bratillieri.

Os jovens também mantêm uma relação amorosa, mas a história da troca de bebês foi alterada na nova versão, uma vez que, hoje, com o a popularização dos exames de ultrassonografia, seria impossível criar um enredo com duas crianças de gêneros diferentes trocados de forma imperceptível na maternidade.

De fato, Giovanni foi trocado na maternidade, uma vez que o filho de Helena (Isabel Teixeira) corria risco de morte. Sérgio (Marcos Caruso), que na primeira versão se chamava Miguel, subornou a enfermeira para garantir que ela trocasse o bebê natimorto por um vivo - o que aconteceu.


A grande reviravolta está no fato de que o bebê biológico de Helena não morreu. De acordo com o desenrolar da novela, o público descobre que Marcos (Luan Argollo) é o filho da vilã com Bruno (Luan Argollo), que faleceu em um acidente no início da novela.

"Elas por Elas"

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse