null: nullpx
filmes-Zappeando

Britney Spears quase protagonizou "Diário de uma Paixão": ficou feliz de perder o papel

Alívio da cantora em ter ficado de fora do projeto está relacionado à sua traumática experiência em “Crossroads: Amigas para Sempre”
Publicado 22 Out 2023 – 11:00 AM EDT | Atualizado 22 Out 2023 – 11:00 AM EDT
Compartilhar
Default image alt
Britney Spears perdeu papel em “Diário de uma Paixão” Crédito: Divulgação/New Line Cinema/Ethan Miller/Getty Images

Lançado em 2004, o filme “Diário de uma Paixão” foi um grande sucesso de bilheteria e, estrelado por Ryan Gosling e Rachel McAdams, conquistou o público com sua história de amor duradoura e repleta de obstáculos. O que pouca gente sabe é que o longa-metragem quase foi protagonizado pela cantora Britney Spears. Entenda:

Britney Spears perdeu papel em “Diário de uma Paixão”


Britney Spears estava no auge da carreira quando foi cogitada para o papel principal de “Diário de uma Paixão”. Os detalhes da história foram revelados pela própria cantora em sua autobiografia, “The Woman in Me”, que deve chegar em breve às livrarias.


“A escalação de ‘Diário de Uma Paixão’ ficou entre mim e a Rachel McAdams, e mesmo que tivesse sido divertido me reconectar com Ryan Gosling depois de nosso tempo no ‘Clube do Mickey Mouse’, estou feliz por não ter feito isso”, contou Britney, completando: “Se eu tivesse [conseguido o papel], em vez de trabalhar no meu álbum ‘In the Zone’, eu estaria agindo como uma herdeira dos anos 1940 dia e noite.”


Os trechos do livro da cantora foram divulgados pela revista People e revelam que o alívio da artista em ter ficado de fora do projeto está relacionado à sua traumática experiência no filme “Crossroads: Amigas para Sempre”, de 2002.

Segundo Britney, a aventura teen “foi praticamente o começo e o fim” de sua carreira de atriz. Ela disse que sentia dificuldade em sair de sua personagem e que isso afetou muito sua vida pessoal. “Viver assim, sendo metade você mesmo e metade um personagem fictício, é uma bagunça. Depois de um tempo você não sabe mais o que é real”, explicou.


A autobiografia de Britney Spears vem sendo prometida desde 2021, quando a popstar venceu um processo para encerrar uma tutela legal sob a qual ela vivia há mais de uma década. Entre os pontos mais polêmicos do livro de memórias está a história de que ela, aos 19 anos, engravidou de Justin Timberlake, mas decidiu não levar a gestação adiante.

Cinema

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse