null: nullpx
K-pop

BTS no exército: como estão os integrantes que já se alistaram no serviço militar obrigatório

Jin foi o primeiro integrante da banda de k-pop a se apresentar, seguido por J-Hope e Suga
Publicado 4 Out 2023 – 10:59 AM EDT | Atualizado 4 Out 2023 – 10:59 AM EDT
Compartilhar
Default image alt
J-Hope, do BTS, no alistamento do serviço militar Crédito: Twitter/@BTS_twt

Três dos sete integrantes do BTS já foram para o exército e, de acordo com a Big Hit Music, empresa responsável pelo grupo de k-pop, a previsão é de que todos os outros membros sigam ainda neste ano para o serviço militar, obrigatório na Coreia do Sul para os homens entre os 18 e 28 anos.

Cantores do BTS no serviço militar


O membro mais velho da banda, Kim Seokjin, conhecido por Jin, foi o primeiro a se alistar no exército, em dezembro de 2022. No campo de treinamento, o cantor participa de exercícios militares que vão desde a práticas de marcha até tiro com rifle e lançamento de granada.

Na época em que seu alistamento foi anunciado, a conta oficial do BTS no X (antigo Twitter) publicou uma foto de Jin com os outros integrantes da banda posicionando as mãos sobre sua cabeça raspada, um clique clássico entre os grupos de k-pop. Confira:


Em fevereiro de 2023, foi a vez de J-Hope (Jung Hoseok) entrar para o exército. Na ocasião, o cantor também posou para fotos. No serviço militar, o músico passou a atuar como assistente de instrutor de treinamento depois de fazer cinco semanas de treinos intensos. Agora ele é quem auxilia na instrução de novos recrutas.


Suga (Min Yoon-gi) foi o terceiro integrante do BTS a se alistar no exército, em setembro deste ano. O cantor fez um post no weverse (rede social focada em k-pop) se despedindo, mas não posou para fotos. Ele ficará mais tempo do que seus colegas de banda no exército porque atuará como servidor público.


Devido a uma cirurgia que fez em 2020, Suga prestará serviço comunitário, que é um cargo considerado mais leve. Por isso, o “idol” deve permanecer alistado durante pouco mais de 600 dias, saindo apenas em meados de 2025, ano em que o grupo deve finalmente voltar a se reunir.


O lançamento do primeiro álbum de antologia no início de 2023 permitiu que os membros do BTS tirassem um tempo para explorar projetos individuais, declarou a Big Hit em comunicado oficial, completando: "Apoiamos e encorajamos nossos artistas e estamos muito orgulhosos de que cada um deles tenha tempo para explorar seus interesses pessoais e cumprir seus deveres servindo ao país que chamam de lar”.

Mais sobre o BTS

Compartilhar
RELACIONADO:K-popmúsica-Zappeando

Mais conteúdo de interesse