“Ferrari”: o que não é real no filme que mostra a vida do empresário?

por | jul 8, 2024 | Filmes

“Ferrari”, disponível no Prime Video, se baseou em fatos reais sobre Enzo Ferrari

Disponível no Prime Video, streaming da Amazon, “Ferrari” deu o que falar. O filme acompanha parte da trajetória de Enzo Ferrari, ex-piloto de corrida italiano, que marcou o automobilismo ao fundar uma das empresas de carro mais famosas de todos os tempos: a Ferrari.

O que é não real em “Ferrari”?

Dirigido por Michael Mann, mesmo diretor de “Miami Vice” (2006), “Ferrari” traz Adam Driver no papel do magnata. Baseado em fatos reais, o filme foi inspirado em “Enzo Ferrari: O Homem e a Máquina”, biografia publicada em 1991, com autoria de Brock Yates.

“Ferrari” conta a história da montadora italiana, bem como dos desafios enfrentados por Enzo Ferrari, nos anos 1950. A produção, no entanto, tomou a liberdade de adaptar alguns detalhes para a ficção, se distanciando da realidade.

Na situação econômica da companhia, por exemplo, uma vez que “Ferrari” posiciona o cenário como delicado em 1950, não foi dessa forma. Apesar das dificuldades que realmente enfrentou de início, Enzo Ferrari começou a ver a empresa prosperar no ano.

Adam Driver em “Ferrari” (Crédito: Reprodução/Prime Video)

Inclusive, nessa época, a Ferrari atingiu pela primeira vez a marca de produção de mais 100 carros por ano, impulsionada pelo Boom da Itália no período posterior à Segunda Guerra Mundial.

Além disso, outra diferença está no fato de que o acordo entre Ferrari e Fiat não ocorreu, até anos depois do período retratado no filme, o que torna uma das cenas chaves da trama um detalhe ficcional.

Contudo, os relacionamentos pessoais de Enzo Ferrari também sofreram adaptações pelo Prime Video. No filme, o protagonista tem apenas uma amante, enquanto na vida real teve uma vida extraconjugal bem animada.

Filme conta história de Enzo Ferrari

O romance com Fiamma Brechi, atriz italiana que namorava Luigi Musso, piloto da Ferrari, é verídico. A famosa se envolveu com Enzo Ferrari após a trágica morte de Musso, durante o Grande Prêmio da França, em 1958.

“Ferrari” (Neon)

Da mesma forma, a participação de Enzo Ferrari na corrida Mille Miglia, de 1957, que realmente aconteceu, não segue a mesma ordem cronológia do filme, bem como seus desdobramentos, diante da morte de Alfonso de Portago.

Uma outra distorção da realidade acontece em cena que o piloto implora para dirigir na Mille Miglia, de 1957, já que era associado à equipe Ferrari desde 1953.

Diferente do que mostra o filme, Enzo não era um homem totalmente frio e calculista, cultivando um grande círculo de amizades e cativando pessoas ao seu redor, ainda que, eventualmente, pudesse mostrar diversas personalidades.

“Ferrari” está disponível no Prime Video para assinantes.

Filmes