null: nullpx
filmes-Zappeando

Por que cenas de sexo de "Não se Preocupe, Querida" viraram polêmica: atriz se revoltou

Florence Pugh não gostou do fato de a diretora ter dado conotação sexual e provocativa ao suspense psicológico
Publicado 2 Set 2022 – 12:13 PM EDT | Atualizado 2 Set 2022 – 12:13 PM EDT
Compartilhar
Default image alt
Florence Pugh e Harry Styles em "Não se Preocupe, Querida" Crédito: Warner Bros. Pictures/YouTube

"Não se Preocupe, Querida" ganhou ainda mais repercussão depois que polêmicas dos bastidores vieram à tona, com a divulgação do primeiro trailer, onde são exibidos momentos bem explícitos, mas que poderiam ser ainda mais numerosos se a diretora Olivia Wilde tivesse conseguido o que queria. Escalada como protagonista, Florence Pugh se revoltou com o foco sexual que o longa quis mostrar, abrindo o jogo em entrevistas. Entenda!

Polêmicas envolvendo "Não se Preocupe, Querida" nos bastidores

Em "Não Se Preocupe, Querida", uma mulher (Florence Pugh) vive tranquilamente com o seu marido (Harry Styles), em um condomínio de luxo na década de 1950, onde as mulheres somente ficavam à espera do retorno de seus cônjuges.

Seu dia-a-dia consiste em dançar, cozinhar, limpar a casa e participar de festas noturnas com todos que moram no local, até que uma das esposas começa a questionar a verdadeira intenção do que fazem fora — já que não sabem de nada.

O primeiro trailer mostra uma cena explícita de Harry fazendo sexo oral em Florence em uma mesa de jantar. Olivia garantiu ainda que, se não tivesse sido barrada pelo conselho de classificação da MPA, exibiria ainda mais sequências.

"O MPA caiu duro em mim e no trailer, no último segundo, eu tive que cortar algumas cenas, o que me deixou chateada porque pensei que eles aumentaram outro nível. Mas é claro que ainda vivemos em uma sociedade realmente puritana. Eu acho que a falta de erotismo no cinema americano é algo novo. Então, quando se trata de prazer feminino, é algo que não vemos com muita frequência, a menos que você esteja falando de cinema queer", explicou à Associated Press.

A diretora também afirmou que "pessoas ficaram chateadas" pela conotação sexual que deu ao trailer, mas se defendeu: "Acho que é uma prova do filme. Queremos ser provocativos. A ideia não é fazer você se sentir seguro". Protagonista de "Não se Preocupe, Querida", Florence se mostrou decepcionada com o caminho que Olivia quis seguir.

Para a atriz, focar somente em cenas provocativas é reduzir o filme, que "é maior e melhor do que isso", tirando o foco do suspense psicológico. "Quando é reduzido às suas cenas de sexo ou a assistir algum homem famoso fazendo sexo oral em alguém, não é por isso que fazemos [cinema]", declarou à Harper's Bazaar.

"Não é por isso que estou nessa indústria. Obviamente, quando se contrata o pop star mais famoso do mundo, você terá conversas sobre isso. Mas não será sobre isso que vou discutir, porque [esse filme] é maior e melhor do que isso. E as pessoas que o fizeram são maiores e melhores que isso".

"Não se Preocupe, Querida" estreia em 5 de setembro no Festival de Cinema de Veneza. Florence vai estar presente no evento, mas deve parar de promover o filme a partir de então, com a justificativa de novos trabalhos já marcados. A ausência da protagonista durante a turnê de promoção do longa, no entanto, deixa a suspeita no ar de que o clima nos bastidores não era dos melhores para ela.

Estreias do cinema

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse