O que parecia um mico pode revolucionar o tapete vermelho: entenda o que aconteceu

por | jun 30, 2016 | Entretenimento

GettyImages

A atriz Julia Roberts chamou a atenção ao quebrar o rígido protocolo do Festival de Cinema de Cannes, na França, e, depois de passar pelos seguranças, tirou seus sapatos ao chegar em frente aos fotógrafos, atravessando descalça o tapete vermelho.

Ela não foi a única. As atrizes Kristen Stewart e Sasha Lane também passaram sem sapatos pelo evento.

Famosas descalças

A atitude das famosas foi uma forma de protesto contra o que aconteceu na edição 2015 do festival, quando algumas mulheres foram barradas no tapete vermelho por não estarem de salto, o que seria inadequado para o traje de gala exigido na ocasião.

O fato gerou polêmica e levantou uma discussão: afinal, usar salto alto é obrigatório para compor um look chique? Ou é possível estar elegante com sapatos baixos ou rasteiras

GettyImages

Segundo matéria do jornal espanhol El País, Kristen foi a primeira a se rebelar contra os saltos. Ela disse que as coisas precisam mudar imediatamente e fez uma comparação entre o que acontece com as mulheres e os homens. “Se eu chegar a um tapete vermelho com um acompanhante homem e alguém me parar e falar que não posso entrar porque estou sem saltos, vou dizer: ‘Nem meu amigo. Ele tem que usar saltos?’ Poderia ser para todos. Simplesmente não podem me pedir que faça algo que não pedem aos homens”, disse.

O tablóide britânico Daily Mail destacou também que Kristen tem um estilo grunge e sempre seguiu suas próprias tendências na moda.

Julia Roberts, que usava um longo preto semelhante ao vestido de sua personagem no clássico “Uma Linda Mulher”, levantou a parte da frente ao subir as escadas, deixando os pés à mostra.

Usar ou não salto alto

Embora as sapatilhas e sandálias rasteiras estejam cada vez mais na moda e já disponíveis em modelos mais elegantes, elas ainda são associadas a looks despojados.

Já o salto alto costuma ser obrigatório no “dresscode” não apenas do Festival de Cannes, mas de todos os eventos chiques e formais e até mesmo em alguns ambientes de trabalho. É comum que as mulheres muitas vezes abram mão do conforto em nome da moda – ou da obrigação.

Recentemente, uma recepcionista inglesa divulgou fotos de seus pés sangrando por ter sido obrigada a trabalhar sempre de salto. Ela lançou em Londres uma campanha que visa proibir, por lei, essa obrigatoriedade.

A ideia das famosas ao fazerem o protesto contra o uso do salto é lutar para que essa formalidade, que para muitos é algo ultrapassado, seja extinta, reforçando ainda mais a necessidade de uma mudança na exigência dos trajes femininos.