Marmita fitness da Karina Bacchi: famosa revela como não escorregar na dieta

por | jun 30, 2016 | Entretenimento

Karina Bacchi tem mostrado um corpo cada vez mais sarado nas redes sociais. A loira garante que é tudo fruto de muita dieta e rotina de exercícios, mas que, algumas vezes, a tentação de comer besteiras é grande. Em seu blog, Karina contou que, como fica muito fora de casa, sempre carrega uma marmita fitness. “São lanchinhos que evitam que eu coma gordura fora de fora”, explica.

Leia também:
Conheça os 3 suplementos potentes que fizeram Kelly Key chapar a barriga
Karina Bacchi trinca barriga depois dos 30 e ensina como chapar em 3 meses
Para manter a forma, Karina Bacchi aposta em chás variados

Marmita fitness da Karina Bacchi

Uma fruta

Na foto, ela mostra uma maçã, que tem diversos benefícios: rica em água, ajuda a hidratar o corpo, ao mesmo tempo em que um componente de sua casca, chamado ácido ursólico, ajuda a queimar calorias e construir massa magra. No entanto, diabéticos e hipertensos devem ter cuidado com a maçã. Segundo o médico ortomolecular Dr. Wilson Rondó Jr., consumir a fruta em excesso pode elevar a insulina do sangue, por conta da frutose. Restrinja o consumo a duas vezes por semana.

Castanha-do-Pará

Karina diz que o alimento garante saciedade e evita que ela tenha vontade de consumir bobagens. Oleaginosa rica em “gorduras do bem”, a Castanha-do-Pará é antioxidante e ajuda a turbinar o funcionamento das células. A semente também é fonte de proteínas e auxilia na manutenção da saúde dos ossos. Porém, atenção: a nutricionista Flavia Cyfer aconselha que você só compre aquelas que estiverem armazenadas no escuro e em temperaturas não muito altas, pois estas condições fazem com que a castanha perca seus benefícios. Fuja das de supermercado, que já estão sem as propriedades. Além disso, a semente deve ser consumida com moderação: o ideal é que se coma duas castanhas por dia, no máximo. Mais que isso, você corre o risco de engordar – já que o alimento é calórico – ou de ter intoxicação, por conta do selênio. Alguns casos de consumo exagerado de castanha-do-Pará podem até levar à morte.

Batata-doce

Karina conta que prepara o alimento só no forno, com um tempero leve, e que consome antes de treinar. A batata-doce é considerada um carboidrato saudável, por ter baixo índice glicêmico: isto é, ela equilibra os níveis de insulina no corpo, evitando o acúmulo de gordura e garantindo sensação de saciedade, de acordo com a nutricionista Paola Moreira. O consumo também não pode ser excessivo, ou o efeito será o contrário: você irá acabar engordando.

Porção de whey protein

Karina diz tomar normalmente após o treino. O suplemento estimula o metabolismo, acelerando a perda de calorias e ajudando a construir músculos. Porém, não é recomendado ingerir o whey sem a recomendação de um nutricionista, já que cada um tem uma quantidade certa para seu organismo e deve tomar o suplemento em horários indicados pelo profissional. Além disso, há pessoas que podem ter intolerância à substância. Quem tem problemas renais e hepáticos também deve ficar longe deste alimento, segundo a nutricionista Daiana Mafort. O whey pode ser consumido com água ou leite, mas também entra em receitas que podem ser super saborosas, como o mingau proteico que a loira ensinou a preparar em seu Instagram.