null: nullpx
Famosos-Zappeando

Filha adotiva de Silvio Santos, Silvia Abravanel buscou pais biológicos por anos: "Me deram o dom da vida"

Silvia Abravanel contou que decidiu procurar a mulher que lhe trouxe ao mundo, porém desistiu por questão familiar
Publicado 11 Jan 2023 – 10:34 AM EST | Atualizado 3 Abr 2023 – 04:00 PM EDT
Compartilhar
Default image alt
Silvia Abravanel foi adotada por Silvio Santos quando ainda era um bebê Crédito: silviaabravanel/Instagram

Adotada por Silvio Santos quando ainda era uma criança, Silvia Abravanel, de 51 anos, tentou encontrar seus pais biológicos com o passar dos anos.

Em sua participação no programa “A Tarde é Sua”, da RedeTV!, a apresentadora abriu o coração ao relembrar por que decidiu procurar as pessoas que lhe deram a vida, além de revelar o motivo que a levou a parar sua busca.

Silvia Abravanel desistiu de procurar os pais biológicos

Segunda filha de Silvio Santos, Silvia Abravanel foi adotada pelo dono do SBT e sua primeira esposa, Maria Aparecida Vieira Abravanel, com apenas três dias de vida, após ter sido abandonada na maternidade em São Paulo.

Com o passar dos anos e seu amadurecimento, a apresentadora decidiu procurar seus pais biológicos, pois, como contou, não guardava mágoas por ter sido entregue para a adoção e tinha vontade de descobrir com quem era parecida.


“Eles me deram a vida. Eu não julgo a minha mãe, eu não sei por que ela não pôde ficar comigo. Mas ela me deu o dom da vida. Ela tinha dois caminhos: Me ter ou me tirar”, disse ela no “A Tarde é Sua”.

E continuou: “Teve uma época que veio uma certidão pra minha mão e eu fui atrás dessa mulher. Eu sempre tive mais curiosidade de conhecer minha mãe [biológica] do que meu pai por aquela coisa do: 'Com quem eu me pareço?'”.

Sua busca, contudo, foi interrompida por um motivo muito especial: sua relação com Silvio Santos, que ficou chateado com o interesse da filha pelos pais biológicos.

“Eu fui atrás, mas aconteceu uma situação meio estranha comigo e com o meu pai e eu falei: ‘Morre aqui esse assunto’. Ele que me registrou, a mãe Cidinha [primeira mulher de Silvio Santos] que me registrou e baile que segue”, relembrou Silvia.

“Eu cheguei a falar com eles. Na época, eu trabalhava no ‘Ratinho’ com o DNA e aí falei com uma doutora. Eu tava quase conseguindo chegar já no hospital, com o nome daquela senhora que tava na minha certidão e tudo. A reação deles... Eles ficaram muito chateados. Perguntaram: ‘Mas por que você quer? Nós não somos bons pais?’. Eu disse que não era isso, só queria saber com quem era parecida. Mas eu fiquei chateada comigo, por aquilo que estava magoando eles, e eu jamais quero magoar meus pais”, finalizou a “filha número 2” de Silvio Santos.

Famosos que têm filhos adotivos

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse